Desocupados que passaram por aqui

terça-feira, dezembro 11, 2012

Olha as férias aí, minha gente!


UAU!

As férias já chegaram então?

Nossa..

Não sei se é a falta de posts aqui, mas parece que esse ano VOOU não é mesmo?

Mas como estou de férias, não tenho mais a desculpa da falta de tempo. Então vamos conversar um pouquinho sobre o que aprontaremos nessa folga.



Com certeza a primeira coisa que passa na sua cabeça quando você entra de férias é viajar. Todo esse escapismo da rotina e tudo o mais...

Tá, pode não ser a primeira coisa... Mas você com certeza pensa nisso.

Todo mundo ama viajar!

Menos eu, claro.

Não sei se é pelo fato de que eu já "moro" na minha casa de férias (qualquer dia eu explico), mas viajar não apresenta mais tanta diversão pra mim.

Ou pode ser por que eu acho problema em qualquer lugar que eu viaje.

Por exemplo a praia.


Como todo bom paulistano, já participei do ritual de descer a serra e ir "salgar o saco".

E qual meu problema com a praia então, você pergunta?

Primeiro: calor.

Sim sim.
Essa reclamação é bem clichê, e não me entenda mal: eu até que aguento um calorzinho, desde que eu tenha métodos bons de o amenizar.

E ai vem o segundo problema: a água.

Lá estou eu morrendo de calor, e resolvo ir para a água me refrescar.
E lá está a água... Já quente por causa do sol (ou por causa do mijo dos mil banhistas concentrados na beira do mar), e todo aquele sal!

Aprendam uma coisa:  eu sou gordo. Como todo gordo, eu tenho problemas de gordo.
E que maior problema de gordo do que aquelas assaduras de calor e suor, bem no interior de nossas coxas gordas que ficam raspando como..um par de coxas de gordos.

E então nós entramos naquela água quente e salgada, e a sensação que dá é que estão jogando ácido em nossos pobres corpos rechonchudos.


Aí uma onda gigante vem, te afoga, e agora seus olhos e narinas também ardem com a força de mil sóis.

E algo estranho gruda na sua perna, e você não consegue enxergar o que é, por que a água é mais escura que um balde de piche. E aí você vai se mexer e pisa numa bolacha-do-mar.

E então você se enche e resolve ir embora.

Problema 3: você, todo molhado, escorrega na areia e cai de cara. E agora você parece um croquete gigante se arrastando e ganhando mais queimaduras. Isso sem contar no espeto de carne na areia que você desviou por pouco, e o buraco de 2 metros de diâmetros que a criançada cavou e você enfiou o pé e quase obteve uma fratura exposta.

Então você chega em sua casa com cheiro de mofo e infestada de calangos e vai tomar banho, tira a sunga e se depara com um monte compactado de areia molhada que se formou abaixo da sua região pélvica, liga aquele chuveirinho vagabundo e quando se enxuga parece que está usando uma lixa.

Nããão..
Praia não é comigo....


"AAAH.. Então você é um daqueles pseudo-cults que preferem campo à praia?"

Quase...
Se bem que campo é tão ruim quanto a praia.

Também tem aquele calor infernal durante o dia, com a diferença de que de noite faz um frio  absurdo, e essa troca constante de temperatura te deixa doente e BOOM, lá se foi sua semana.

E aí lá está você deitadinho de noite, suando de febre que nem um condenado, ouvindo o barulho da natureza (que consiste em animais gigantes advindos da mente de Lovecraft batendo na sua janela e clamando por sua alma), quando seus membros começam a coçar.

E quando você menos espera você virou o prato principal para um grupo de 300 mosquitos sedentos por sangue.


Chega o dia então e você vai passear numa trilha (com mais pernilongos e monstros a espreita) onde encontra uma linda cachoeira, e resolve ir tirar uma foto subindo nas pedras.... e escorrega, cai de bunda, quebra a pélvis, e cai na água, super funda e que te faz ponderar sobre que tipo de Kraken habita aquelas profundezas e está pronto para puxar seu pé e se alimentar de seus gritos de horror.

Campo não parece tão bom assim, não é?


"Certo... Então você é um desses novos ricos que viaja pra New York né?"

Claaaaaro...

Se eu quiser gastar todo o dinheiro que eu não tenho, por coisas que eu não preciso, e ser parado no aeroporto para uma revista COMPLETA em busca de drogas e bombas...

E depois ficar andando por ruas cheias, trombando com famílias inteiras posando para fotos, pagar 250 dinheiros pra subir num prédio e "ver" uma cidade empoeirada, cinzenta e cheia de gente.

Naaaah..

Sejamos francos...
O único jeito decente de se aproveitar as férias é se trancar dentro do seu quarto assistindo TV, mexendo no computador e ficar escrevendo bobagens para tirar sua mente do fato de que sua vida é um saco e você é uma criatura sozinha e feia....


Brincadeira...

Tem video-games também!

Tenham um bom dia ótimas férias!

5 comentários:

  1. Seu blog é legal e tals, mas Game Grumps é melhor.

    ResponderExcluir
  2. Para de drama Henrique! (vc sabe quem eu sou! )

    ResponderExcluir
  3. #fikdik http://super.abril.com.br/blogs/cienciamaluca/viajar-te-deixa-mais-jovem-atraente-e-criativo/

    ResponderExcluir
  4. Tenho o mesmo ponto de vista sobre as férias, Kaum. /Prince

    ResponderExcluir