Desocupados que passaram por aqui

terça-feira, fevereiro 07, 2012

Muito além da orkutização



Já comentei algumas vezes aqui (duas ou três..ou vinte) sobre a popularização absurda que as redes sociais sofreram nos dias de hoje. Basicamente elas pegaram um meio que era dominado por reclusos sociais e o transformou num lugar onde um grande número de pessoas interagem diariamente... Tipo a vida real, sabe?

E, como tudo que se populariza, as redes sociais viraram um alvo muito fácil de desprezo/ódio/repulsa, principalmente quando elas chegam em um ponto em que todos, desde seu priminho de 5 anos a até sua tia-avó,  a utilizam. Claro, foi criado até um termo para esse fenômeno: a "orkutização".

Discutamos (tá certa essa palavra?) então sobre o que isso significa, e por que esse termo está tão equivocado.



Lembram do orkut?
Aquela rede social, que possuía comunidades, páginas de recados, e depoimentos (que geralmente viravam uma disputa de "Ah.. eu amo mais *w*" entre namorados ou entre amiguinhas com tendências bi).

Claro que você lembra. Pode até fingir que não gosta, mas que lembra, lembra sim. Todo mundo usava o orkut... E esse foi o problema do pobre coitado.

Chegou um fatídico momento em que você estava conversando com seus amigos, e aparecia sua tia te mandando recados de peixinho, ou no meio de uma discussão acalorada sobre a importância de Evangelion para a indústria da animação (péssimo exemplo) aparecia alguém "ixcrevendu axxim e zen nennhuma pontuassao seus idiotascomisuamain!!1!". Isso sem contar nos famigerados "trolls", seres cuja única razaão de existir era causar o máximo possível de discórdia.

Desse modo a utilização desse site acabou ficando prejudicada, e muita gente começou a desistir de seus perfis (o velho orkuticídio) e o orkut foi abandonado pelos usuários "sérios", deixando-o à mercê dos únicos que tiravam proveito dele, ou seja, as tias dos peixinhos e os nervosinhos sem noção de gramática.

Então, o termo "orkutização" foi criado para definir quando uma rede social é vítima de compartilhamento excessivo de material inútil e presença anormal dos chamados "babacas" (termo científico aceito mundialmente).

E sabe por que isso está errado? Por que, sabe onde mais existe coisas inúteis sendo jogadas  na sua cara e pessoas inconvenientes? Na vida real.

Ao invés de se chamar de orkutização, devia é ser chamado de "vidalização" ou algum outro termo esdrúxulo. Simplemes TODAS as formas de interação entre as pessoas acabam ficando do jeito que o orkut ficou. É o estado natural do ser humano (quer um termo técnico que eu inventei agora? que tal "estado de máxima entropia"?).


É só observar o precursor das redes sociais. O e-mail (algúem ainda usa isso?).

Esse nobre meio de comunicação surgiu com o intuito de facilitar a vida das pessoas, e como essa ajuda foi retribuída? Com uma enxurrada de emails SPAM sobre aumento peniano, correntes, denúncias de "grandes esquemas para te roubar", apresentações de Power Point com cachorrinhos e gifs de bebes dançando (o correspondente do século passado dos recados de peixinho), e divulgações de baladas.

Até em um passado mais remoto é capaz de se observar esse fenômeno. Desde que existe correspondência existem propagandas de supermercados e ofertas de cartão de crédito, e junto com o telefone sempre haverá o telemarketing e os trotes.

É da natureza humana ser babaca. E é esperado que esses mesmos bacacas e outros babacas passem o tempo todo reclamando da babaquice alheia.

Mas também não é válido reclamar de só um tipo de babaca. Não é como se o orkut tivesse criado-os. Eles sempre estarão ao seu redor... E há até a possibilidade de que VOCÊ seja um deles e não saiba ainda....

O importante é que existem modos de lidar com esse tipo de coisa, sem precisar largar tudo e fugir pra um lugar novo (ou todos vamos parar no google+).


O motivo pelo qual você sofre tanto com gente chata, é por que você anda com gente chata!
Quem mandou adicionar 500 pessoas no facebook, e aí depois vai reclamar que eles só postam baboseira? Por que você foi adicionar aquela gatinha/gatinho que você queria "pegar", só pra depois descobrir que ela/ele era um saco e você não quer mais bloqueá-la/lo por medo de estragar suas chances de coito?

Te mandaram um recado animado de uma estrela? Apaga! Te mandaram um email de aumento peniano? Arquive como SPAM (ou leia...sei lá se você tá desesperado)! Colocaram foto de cachorro atropelado no facebook? Oculte as publicações (ou exclua a pessoa logo)! Tem aquele cara chato na sua escola/trabalho? Ignore-o (ou faça como todos: finja simpatia fria)!

O mundo ia ser tão mais feliz se as pessoas só tivesses no máximo 100 amigos nas redes sociais....

Tenham um bom dia!... Seus babacas...

2 comentários:

  1. Quando eu criei um facebook (por causa do filme a rede social) eu jurei que eu jamais cutucaria ninguém!

    Aí a minha mãe me cutucou e me obrigou a cutuca-la de volta...

    DAAAAAAAAAAAAAAMN YOOOOOOOOOOU MOTHEEEEEEEEEEEEER!!!

    ResponderExcluir