Desocupados que passaram por aqui

quarta-feira, maio 26, 2010

Shin Megami Tensei: Persona 4: Déjà vu?




E me encontro em uma encruzilhada...

Depois de ficar muito tempo sem atualizar aqui (preciso falar por que?) queria continuar com o especial SMT. Eu estava planejando mais 3 ou 4 textos com esse tema.

Porém, entretanto, todavia, como eu fiquei muito tempo sem postar se eu for continuar a falar de SMT vai saturar e vou perder audiência (pff), resolvi escolher um só e escrever logo e deixar os outros pra mais tarde.

Os candidatos eram:

- SMT: Devil Survivor
- Persona 4
- um top dos melhores demônios/personas da série.

Depois de um processo de eliminação (Devil survivor não zerei, e o “top monstros” tem em um blog q eu leio e algum espírito de porco iria dizer que eu to roubando idéia) resolvi por Persona 4 (como você pode deduzir pelo título do texto, o que torna esse parágrafo inútil).


E ... blá...

Chega de enrolar..





E também senti saudades




Comecemos pela história, que sempre é a parte mais fácil de comentar (menos em EVA...AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAARGH!!!)


Tudo começa quando um garoto da cidade grande (que pode se chamar “João”, “Babaca”, “AAAAAA”... mas o nome “oficial” é Seta Souji) se muda para uma cidadezinha do interior para estudar (já vi isso em algum lugar) e vai morar com o tio e sua priminha pequeninha e fofinha.

Nessa nova cidade ele já faz amizades com uns alunos típicos e vai vivendo sua vida.. quando, assim.. DE REPENTE...


Um assassinato bizarro acontece na cidade, onde uma mulher depois de morta é pendurada em um poste da noite para o dia, sem nenhuma pista sobre qual a causa da morte.

Pra completar a esquisitice, há um boato na cidade que se você ligar sua TV a meia noite (por que sempre meia-noite?) em uma noite chuvosa é possível ver a pessoa amada na tela da TV.


Souji tenta fazer essa palhaçada e funciona!


Quem diria, não?

Como a cerejinha no topo desse sundae de bizarrices, Souji consegue atravessar sua mão (e a cabeça) dentro da TV, como se ela fosse um portal para outro mundo.

Depois de discutir o ocorrido com os amigos, eles decidem ver se conseguem entrar na TV. E, claro, conseguem.



Lá no “mundo da TV”, habitado pelas shadows (que agora você já sabe o que são..e se num sabe leia meu texto sobre Persona 3), eles conhecem um ursinho de pelúcia falante andante e irritante chamado Teddie.

Teddie conta para eles que é estranho aparecerem pessoas nesse mundo, e a última vez que uma pessoa apareceu ela foi atacada por shadows.

Depois de uma pesquisa e reflexão o grupo descobre que a mulher que apareceu morta em cima do poste foi essa pessoa que foi atacada pelas shadows.


E MAIS!

E na verdade, o que aparece na TV de noite com chuva é a pessoa que foi “jogada” na TV.


E NÃO É SÓ ISSO!

E quando uma pessoa cai no mundo da TV, seus sentimentos mais obscuros vêm à tona na forma de uma Shadow, e o único modo de vencê-la é aceitá-la como parte de seu ego (adquirindo assim um Persona).



E AINDA TEM MAIS!

Com o passar do tempo, mais mortes parecidas com a da mulher acontecem, indicando que tem alguém ou algo por aí jogando as pessoas lá dentro.

Então toda a trupe do Souji se une para tentar salvar as pessoas que caem no mundo da TV, e de quebra descobrir quem está por trás de tudo isso.



A história desse jogo (a meu ver) dá um graaaande avanço comparado ao seu antecessor.

Enquanto no outro era “Let’s save the world... And that’s it…” aqui o buraco é mais embaixo. É necessário usar a cabeça, prestar atenção na história e juntar todos os pedaços para se chegar ao final verdadeiro.

E, diga-se de passagem há uns 4 finais.

O verdadeiro, o bom, o ruim e o péssimo.

E cada um é definido pelas suas escolhas.

É necessário ter um espírito investigativo para descobrir o que realmente está por trás dos incidentes.


E ISSO É FODA!! (acho que é a primeira vez q uso palavrão aqui).

E, diferente de P3, nesse aqui tem muitas surpresas. Ou seja, spoiler nesse jogo vai doer...e muito.

Outra jogada interessante é o método para ganhar o persona. Como eu já disse, as pessoas têm que enfrentar seus sentimentos mais profundos.


E devo dizer que isso acrescentou um belo desenvolvimento dos personagens. Eles são obrigados a aceitar o lado deles que sempre tentaram esconder, e mesmo depois disso (durante seus respectivos Social Links) vão evoluindo e aprendendo a viver com o lado que nem sabiam que tinham.

Beeeem melhor que seu antecessor.. onde tudo que tinham que fazer era dar um “tiro” na cabeça.

E nesse jogo não tem mais isso... Ficou bem mais “comportadinho”. Os personas são invocados por cartas.



E na jogabilidade? Será que ficou melhor? Pior?


Eu diria que ficou... “Igual”.

Copiaram todo o “grosso” de Persona 3 e deram uma mudadinha para uma mais fácil digestão.

Agora o dia não é mais dividido em “dia: amigos, noite: monstros”.

Agora as visitas aos dungeons são de dia, junto com os Social Links (apenas um ou outro evento é de noite), te fazendo ter que escolher entre matar monstros e fazer amigos.

Parece ruim, mas ficou mais “fácil” assim.

Diferente de P3, onde tínhamos um labirinto infinito e maçante, agora temos dungeons com temas diferentes (que dependem de cada pessoa que foi jogada na TV).


Esses dungeons são bem menores do que a Tartarus, e de mais fácil exploração.

Além disso, é dado um prazo para terminar os dungeons.
É o seguinte: caso a pessoa não seja salva até o dia com neblina (após dias seguidos com chuva) ela morre (as shadows ficam mais “nervosas” e é quando a pessoa é atacada pela sua Shadow) e é GAME OVER (e você volta a uma semana antes do dia prazo). Assim você pode ficar cuidando de seus Social Links e só se preocupar com os dungeons em dias de chuvas (quando não é possível sair com quase ninguém).

Outra “melhoria” é que seus personagens não ficam mais cansados ou doentes. Em contrapartida, ao voltar a parte inicial da dungeon seu HP e SP não são repostos, e é preciso ficar caçando itens de cura, que são bem raros, ou ir dormir.


E a maior benção que poderiamos receber:


Agora é possível controlar todos os personagens na luta!

Chega de ter que depender na "falta de" inteligência articifial do computador.


Agora você só paga pela sua flata de inteligência.

Mais justo, né?

Há outras mudanças.

Uma delas é que agora, após cada batalha, no sorteio de personas, há cartas de penalidade (onde você perde tudo que ganhou na luta - itens e experiência) e cartas arcana que podem ou não ajudar (recuperar seu SP ou acabar com ele, por exemplo).

Outra boa mudança é ao evoluir os S.L. dos membros da sua party. Conforme eles evoluem eles aprendem novas técnicas para batalhas (como curar status negativos e receber golpes no lugar do Souji).

Agora quanto a parte “date Simulator”.


Ainda há os bons e velhos (e muitas vezes criticados) Social links. Faça amigos, evolua as amizades, namore e evolua seu SL para criar personas mais fortes.


Não entendeu? Leia o texto sobre P3.

Os S.L. ainda são as partes mais interessantes, com personagens carismáticos e situações memoráveis.

E tem a Chie


*.*



*cof cof*

Além dos S.L. é possível também arrumar um emprego (e ganhar dinheiro e evoluir alguns status – conhecimento, carisma, coragem, e outros), estudar, fazer compras, fazer quests e outras coisas.

Quanto aos gráficos/sons...



Ctrl+C, Ctrl+V.

É tudo a mesma coisa.

Ta, os gráfico estão um pouquinho mais bem trabalhados (claro, o jogo é mais recente) mas todo o resto é quase uma cópia de Persona 3.

Os menus são idênticos (só muda a cor), os personagens tem tudo o mesmo estilo de P3 (e nada de Kaneko..hunf)...

E as músicas então? Vixi...

Sinceramente tem algumas músicas que eu sempre confundo se eram de P3 ou de P4.

E tudo isso é ruim?



Claro que não!

Essas coisas ficaram boas em P3, por que não ficariam em P4? “Em time que ta ganhando não se meche”.

Tudo continua com uma qualidade absurda. As musicas são ótimas e grudam na cabeça.

A única coisa que mudou foi a dublagem.



FICOU ATÉ MELHOR!



ATLUS, EU TE AMO!!



E os personas ainda são um show a parte, com destaque para o melhor do jogo: Izanagi (o persona principal do Souji – que pode invocar diversos).


Sério. Olha só para ele. Ele é um NINJA.... DE PATINS!


Tipo...

Tipo..

Ele é a mistura perfeita entre o Ryu Hayabuza e o Brian Boitano.


Conclusão: (ando fazendo muitos relatórios pra facul...AAAAAAAAARGH!!!)

Se Persona 3 já era bom, Persona 4 consegue ser ainda melhor. Simplesmente pegou tudo que tinha de bom em P3, melhorou e jogou mais coisas boas só pra enlouquecer gamers de todo o mundo.


Ótima jogabilidade, ótimos gráficos, ótimo som, ótima história... ÓTIMO JOGO!


Avaliação: Matando o PS2 em alto estilo!

Esse jogo foi um dos últimos jogos grandes a serem lançados para o PS2... e para mim foi o último jogo REALMENTE bom que saiu pra essa plataforma. Fechou com chave de ouro a vida desse console que tanto nos divertiu.

Tem muita gente que reclama que esse jogo ficou muito parecido com o Persona 3...


Ficou.. e?

Algum problema?


Como eu já disse, P3 já foi bom.. então por que fazer algo muito diferente e depois todo mundo ficar tendo chiliques?


Mudaram de Persona 2 pra Persona 3 e o mundo quase encontrou seu fim com a fúria de fãs chatos ao redor do globo. Por que mudar a fórmula de P3 para P4? P3 fez beeeeeeeeem mais sucesso que Persona 2 e qual fórmula seria melhor copiar?


E se você ainda acha que as produtoras não deviam se importar em fazer jogos mais “comerciais”, só tenho que lhe dizer: EM QUE MUNDO VOCÊ VIVE? As empresas têm que ganhar dinheiro mesmo, por que se não elas vão a falência e você num vai jogar mais nada, nem jogo “underground” nem “lixos comerciais-capitalista”.


Pff..


ACORDA!




E com isso termino meu especial sobre SMT...

Mais para frente vou voltar a falar dessa série tão querida, mas no próximo texto não..



Para falar a verdade, nem eu sei o que vou falar no próximo texto.



Acabaram minhas idéias...



E agora?


Tenham um bom dia!

2 comentários:

  1. First(SEM PAU NO CU DO FIRST PORR Ò.Ó)

    caraca, tu deve perder muito tempo fazendo esses textos neah? pqp, falou do meu jogo preferido do PS2.

    SMT:P4 mto massa :D(apesar de eu não gostar d izanagi só ter 5 magias ¬¬).

    ResponderExcluir
  2. cara att hj tenhu vontade de jogar persona T.T

    mais issu naum será nunca mais possível
    já que vendi meu ps2 to só com o xbox 360 agora

    mais td bem eu me contento com o DS

    a é zerei dmc4 ...(*.*)b... jogo lindo

    ResponderExcluir