Desocupados que passaram por aqui

quarta-feira, março 17, 2010

Jogos para jogar com amigos (se você tiver..né...)



É... Vocês podem não acreditar... Mas eu tenho amigos...

Sim... Eu sei que seu mundo desabou agora, mas, controle-se.

Amizade é uma coisa bonita. Como já diria o grande Erasmo, “amigo é coisa pra se guardar..”


AAARGH!!

Chega de enrolar.


Todo mundo sabe que amizade é legal, e jogar vídeo game também é legal.

Agora, juntar a galera pra uma partidinha de jogos eletrônicos é algo quase sublime.

Games foram feitos para aprofundar as amizades... E jogar na cara do outro que você ganhou dele e ele nunca chegará nem aos seus pés... É a vida. Fazer o que?

Por isso, hoje listarei os melhores jogos pra jogar com os amigos.



E se você não tiver amigos, nem precisa ler o texto de hoje...



Desculpe, mas, você não é o público alvo.


E sim... Demorei pra escrever esse texto.
Me desculpem...



E aproveitem, pois eu não me desculpo freqüentemente.




Mario Party

Pode falar a verdade: os vídeo games da Nintendo são voltados para jogar com uma cambada de amigos.

Eu num sei na época do super Nintendo e tudo o mais (eu não tinha, nenhum amigo tinha...), mas, desde o N64 que isso ficou bem óbvio. “ENTRADA PARA 4 CONTROLES?!?! Eu nem tenho amigos o suficiente pra jogar um 1x1, imagina assim...”

Então, que jeito melhor de começar do que falar de um jogo feito especialmente para se aproveitar com a trupe toda, para um VG que possibilita jogar com mais 3 desocupados?


Quem nunca jogou esse jogo, hoje em dia deve ser um eremita que não conversa com ninguém e nunca é chamado para as festas.

Havia poucas coisas mais gratificantes do que chegar da escolinha, juntar a patota, ir à locadora, pegar esse jogo, juntar na casa de quem os pais eram mais gente boas (ou que não estavam em casa) e jogar uma partidinha rápida (que geralmente se prolongava por horas).

Ai ai..

As tardes competindo pra ver quem ganhava mais mini-games. A briga pra ver quem jogava com o Mário, e quem seria o bobão que ia ter que jogar com a Peach. Todas as bolhas na mão e controles quebrados depois de jogar UMA VEZ o minigame da canoa...


Ai ai..

Bons tempos...


Pokémon (qualquer um)



Que atire a primeira pedra quem nunca teve um game boy e passou horas e horas jogando qualquer Pokémon com seus amiguinhos.

Preciso confessar. Eu sempre via meus amigos (SIM, EU TEEENHO AMIGOS!!) jogando seus game boys, com sua coleção de Pokémons, e eu nunca podia me juntar a eles. Ai chorei, chorei e chorei pra mamãe comprar um GBC pra mim.

Ela comprou e eu me tornei uma pessoa mais feliz (por alguns meses... até eu querer um “preisteition”). Finalmente eu podia me juntar no Hall de entrada do meu prédio, junto com a tchurminha, e ficar vendo quem zerava o jogo mais rápido (no caso, as versões “Gold” e “Silver”), capturava mais bichinhos, e claro, fazer o maravilhoso glitch de multiplicar Pokémon pra todo mundo ficar com aquele Mewtwo que um do grupo suou pra capturar e treinar.

Era quase um pirateio de pokemons.

E preciso falar que depois que enjoava, ir todo mundo se juntar de novo pra jogar “Pokemon Stadium” também era semi-divino?


E preciso falar que quero comprar um DS só pra poder jogar as novas versões de “Gold” e “Silver”?


É claro que hoje em dia acho que mais nenhum dos meus amigos (QUE EU TENHO!!) vai querer jogar comigo... maaaas...


007 – Golden Eye

Continuando na áurea época do N64 e sua entrada para 4 controles.

Uma época que ninguém sequer cogitava na possibilidade de se jogar um FPS online (que já, já falo de um).

Eis que surge um dos únicos FPS que eu gosto.

Ahhh. Esse jogo era demais.


A missão do bunker? E a da floresta?

E pegar uma “Golden Gun” e sair por ai destroçando inimigos com aquele som de tiro tão... nostálgico...?

E jogar uma partida multiplayer com mais 3 colegas, onde todo mundo tinha que matar todo mundo e só o mais forte sobrevivia?

Isso já gerou tantas histórias.. Como eu escondido na fase do bunker, com uma golden gun, matando todo mundo que se aproximava. Até que os outros três se juntaram e me mataram...


Emboscadas... não há maior prova de amizade nesse mundo do que isso...

E chega de jogos do N64. Vamos avançar um pouco no tempo.



(e eu sempre achei que essa metralhadora parecia um lápis...)


GTA (os de PS2)


E então você e seus amigos cresceram, Pokémon já não é mais legal,e a moda agora é jogos violentos com gráficos super maneiros.

Eis que um de seus amigos chega e fala que tem um jogo onde é possível sair por aí roubando, atirando, explodindo, matando, e outras coisas que fariam a sua mamãe se benzer.... e te dar umas palmadas. Aí todo mundo ia na casa desse amigo ver esse jogo. Passam-se as missões e tudo começa a ficar enjoativo.


Então, o jeito era deixar as coisas mais interessantes.

Como?

Com desafios!

Claaro!


Era só fazer uns códigos de conseguir armas, um colete, e sair por aí dando bala em tudo que se mover (ou não), chamar a atenção da polícia, e ver quem consegue ficar com 5 estrelas por mais tempo antes de morrer.

Sério, essa é a única graça desse jogo.


Pro Evolution Soccer (Winning Eleven, pros mais íntimos)


É, claro.


Estamos no Brasil. Um jogo de futebol todo mundo tem que jogar e gostar.

Mas, verdade seja dita, eu ODEEEEEIO esse jogo.


E tem gente que compra um XBOX 360 só pra jogar PES.

Sei lá né. O dinheiro não é meu...


Mas, se for só pra isso, deixa o XBOX comigo, que quando você quiser jogar PES eu te empresto de boa.

Vai saber né.


O fato é que, mesmo odiando esse jogo, eu fui obrigado a aprender a jogá-lo, e até fingir que gosto dele.

Mas até que é legal jogar com os amigos... até um deles ganhar de 10X0 de você e ficar te atazanando pro resto da sua mísera vida...



Agora entendem por que eu odeio esse jogo?

Jogos de fliperama (principalmente de luta e beat’em up)



E eis que você ganhava sua mesada, e ia com os amiguinhos para um shopping, ou para um Arcade, e torrava toda sua grana em fichas e ficava jogando por horas, só pra ver quem fazia a maior pontuação ou matava mais o outro.




Bem..


Você pode ter feito isso, por que eu nunca fiz.

Algo fez com que eu nunca fosse a Arcades, e as únicas vezes que eu jogava fliperama era quando a família ia para o shopping e eu e meu irmão implorávamos para meu pai deixar a gente jogar um pouquinho. E aí ele dava dinheiro o suficiente para duas fichas para cada um e a gente tinha que tirar proveito disso.



O que nos tornou em experts em achar moedas debaixo de máquinas.


Mas, graças aos cosmos havia as festas de aniversário de algum amiguinho rico, que levava todo mundo para um salão cheeeio de fliperamas. e aí o estrago estava feito.

Geralmente sempre tinha uma máquina de “Cadillac and Dinosaurs”, que me fez tomar um gosto especial por socar dinos.

E de vez em quando aparecia uma máquina de Metal Slug e aí eu pirava.



E também, agora, depois de velho, na faculdade, vou ao Centro Acadêmico do meu curso (que é um ótimo lugar pra matar aula – apesar do nome) e fico jogando numa máquina de Marvel Vs Capcom que tem lá.


Tudo bem que eu sempre apanho, mas a diversão é que conta...


Né?



Olaaaa?

Dance Dance Revolution e afins (incluindo a frota de Guitar Hero e compania limitada)


Esses jogos deveriam estar na categoria de fliperamas.


Exceto por um motivo:

É realmente humilhante ficar lá pulando pra lá e pra cá ao som de músicas pop nipônicas, com tantas luzes piscando que se alguém olhar diretamente por mais de 5 segundos entra em convulsão.


Bem... mas eu devo achar isso por que eu não sei dançar (a não ser pra imitar o Michael Jackson ou os Backstreet Boys).

Mas ainda bem que esses jogos existem para VG também.

E ver seu amigo pagando mico tentando dançar e depois guardar segredo é um ótimo jeito de fortalecer uma amizade.

E com a nova onda de “Guitar Hero”, até que é possível enfrentar uma multidão. Você não precisa ficar pulando nem nada. É só chegar lá, fazer uma pose, pegar uma música que você já decorou, e se achar o deus da guitarra.... Que nem o Chimbinha.

Counter Strike



E lá estava eu, cuidando de minha vida, quando um amigo (AINDA NÃO ACREDITOU QUE EU TENHO AMIGOS?) me chama pra ir “jogar CS numa LAN”.

Ah..sim..claro.. mas isso não tem riscos de contrair doenças né?


E EU SEI LÁ O QUE DIABOS É CS, OU O QUE TCHONGAS SERIA UMA LAN!!!

E sem saber de mais nada eu fui apresentado ao jogo que era febre na época.

Seguindo o amadurecimento, esse jogo é quase um “policia e ladrão” para garotos jovens que acham violência legal... ou seja, todos.

Tantas horas de diversão. Montar times, plantar a C4, distribuir headshots e “operar” um amigo (que gerava gritos, no meio da LAN, de “OPERAAAADOOO”, e a vítima se encolhia atrás de seu monitor planejando a vingança), bolar estratégia que nada mais eram do que dizer “vai lá e mata todo mundo” de um jeito diferente, ou xingar meio mundo de “cheater”, “camper”, e outras coisas...

Pena que meu computador na época era horrível (*cof cof* e ainda é) e eu só podia jogar indo em Lan-houses super caras.


Bem... pensando bem, acho que foi bom eu não ter jogado muito..afinal...jogos on-line são meio...huum....



Beem..



Fica pra próxima..


(E valeu, Renan, por achar a foto pro artigo)
Tenham um bom dia!


PS: sim, eu devo ter esquecido alguns muito bons, mas quem sabe assim vocês comentam mais e deixam sua própria listinha..hehe

PS2: agora meu blog tem uma outra parte que eu procuro atualizar, o “Momentos de Reflexão”, laaa no canto superior direito.. Podem comentar sobre ele também..

PS3: ta ficando barato.. um dia eu ainda compro o meu...

9 comentários:

  1. PROTETOR DE CU CONTRA COMEDORES DO CU DE FIRST

    ResponderExcluir
  2. Já passei mais de DOZE FUCKING HORAS jogando Mario Party. Não quero ver mais esse troço na minha frente! AAAAAAH

    "E tem gente que compra um XBOX 360 só pra jogar PES."
    Né? Tem gente que não sabe investir mesmo! :p

    GTA só serve pra aquilo mesmo! CS já teve seus momentos, era divertido matar aquele que se achava O fodão!
    E vaaai, dá uma chance às máquinas de Pump! São legais! Ah, e você esqueceu de Ragnarok e Tibia! Muita gente jogava lá *vergonha* hahaha

    ResponderExcluir
  3. eeh..
    busquei inspiração em fatos reais essa parte do xbox..hauhauhau



    e..ahm..


    ragnas, tibia e afins...proooximo texto...

    ResponderExcluir
  4. Há estou lvl 91 no ragnarok

    ateh semana q vem eu pego 99 e na repetitiva viro trans

    ResponderExcluir
  5. rangans soh aguentei ateh lvl 80...e server de rate alto...

    e isso pq eu gostava do jogo

    ResponderExcluir
  6. haha eu to no texto!!!!haaagggrrrrhhhh*ataque epilétic*


    haha

    mario party ja rendeu longas,longas e longas horas na frente de uma tv escutando os meus colegas comendo fofura sem oferecer nenhum pokinhu e eu la,só com o yoshi....


    RRRRAAAAGGGGGGEEEEE!!!
    minha infancia foi traumática *chupa o dedo*

    CS só joguei uma vez

    GTA naum axu que preste para absolutamente nada

    PES,WE,FIFA e afins eu só compro um na vida pra cada console que eu tenhu e já ta de bom tamanhu(é legal vencer de goleada o cara que é dono do jogo >:])

    pokemon nunca gostei :/

    jogos de fliperama de dança eu sempre tive muita vergonha de joga-los em lugares públicos embora sempre estiese com uma vontade loka de jogar,mais a vergonha naum deixava

    poutz 007 era extremamente divertido jogar com os amigos.
    como eu era ruim eu sempre fazia dupla com o meu colega e nós matavamos os outros e depois nos matavamos.(claro na maioria das vezes agente morria antes de ter tempo pra se matar,mais era divertido)

    ResponderExcluir
  7. SOU UM EREMITA!!! :O

    Pokémon era um jogo obrigatório pra quem tinha um GB.. felizmente eu fui um desses.. apesar de ter jogado este muito mais em emuladores do q no próprio GB.. joguei e zerei TODOS (isso mesmo TODOS) os pokémons do GB e GBA.. agora q venham os do DS...=D

    Nunca fui fã de shooter... mas já joguei muito CS em lans.. HEADSHOT!!

    Nunca curti GTA ow futebol.. esses realmente não prestam pra nada..

    Mais Fliperama rula!! o/

    Quem nunca jogou um Street Fighter ow Tekken no fliperama néh?? =]

    ResponderExcluir
  8. Cara, eu acho GTA e PES uma merda u_u

    Se bem que o gta até diverte um pouco nas primeiras horas quando a gente tá matando os caras da cidade atropelados enquanto foge da polícia, mas depois de 1 ou 2 horas, a gente começa a enjoar...

    Já jogos de futebol, nunca me interessei. Prefiro muito mais jogar num campo com meus amigos (yep, eu tb tenho os meus) do que na frente da TV...

    Já Pokémon e Mario Party são extremamente fodas!!!

    Pokémon me tirou preciosas horas da minha infância enquanto eu tentava capturar o Celebi na versão Crystal na Ilex Forest.

    Infelizmente o desenho de Pokémon é uma merda abissal, e acaba gerando impressões erradas sobre a franquia pra quem nunca jogou os jogos.

    FPS eu só gostei do Goldeneye, e alguns jogos de Star Wars.

    E jogos de fliperama eu jogava PRA CACETE mesmo especialmente SF alpha 3 e Marvel vs Capcom, mas nunca mais vi nenhum, todos os lugares fecharam de uns anos pra cá. Triste isso.

    Mas nunca joguei tekken....sim, eu sou um merda por causa disso.

    ResponderExcluir
  9. eh..
    eu jogava tekken..algum numero..pra psone..
    maas nem lembro...

    pokemon eh o tipo de jogo q voce num sai por ai dizendo que voce joga...

    infelizmente..

    maldito preconceito..

    ainda falo disso um dia....

    ResponderExcluir