Desocupados que passaram por aqui

quinta-feira, fevereiro 04, 2010

Neon Genesis Evangelion: até fico sem saber o que escrever aqui...


Depois de uma longa pausa causada por motivos de força maior (*cof cof* preguiça), volto aqui, versão 2.0, pra falar de um anime que me causa um misto de sentimentos...ruins..

Se pra mim TTGL é um extremo, do outro lado só pode estar EVA.

De onde vem tanto ódio por esse mero produto da animação japonesa?

É o que vamos ver... (e essa é a outra razão pela a qual eu criei o blog)

Duas considerações iniciais:

1º: inevitavelmente eu vou acabar lançando alguns spoilers sobre a trama do anime..e..bem.. na verdade não ligo se você não gostar disso.. Mesmo que eu fale de tudo sobre o anime você vai acabar não entendendo de qualquer jeito.. e, se você ainda não assistiu ele, não é depois de me ler falando dele que você vai decidir fazê-lo..

2º: Não leve pro lado pessoal, mas eu sei que tem muito nerd otaku gordo tetudo bebedor de muppy que acaba se ofendendo quando alguém fala mal das “obras-primas” que eles tanto amam.. E, verdade seja dita, eu não dou a mínima... Não gostou? Me processe... A gente faz uma disputa de advogados... e como eu sou o acusado, eu escolho o Phoenix Wright... e ele sempre ganha... Ele vai provar que eu sou inocente e ainda vai mostrar com evidências que Evangelion é uma catástrofe. TAKE THAT!

Hora de uma triste história...


Uma história de um garoto tímido e gorduchinho que passava as tardes assistindo televisão trancado em seu quarto.

Quando ele descobriu as maravilhas da TV a cabo, ele acabou se deparando com um canal em especial, a extinta Locomotion.

Pra quem não sabe, Locomotion era um canal que passava bastante animes, além de vários desenhos com temática mais adulta...
Enfim...

Um belo dia, esse pobre garotinho assistia a esse canal quando passa então um teaser de um anime. ESSE TEASER! Nem preciso dizer que eu..digo...esse garoto quase se borrou nas calças, tamanho o assombro com esses minutinhos de cenas ao som de coros. A cena do EVA01 entrando em modo bersek ficaram gravadas na mente do pobre coitado e ele nem conseguia dormir sem lembrar essa cena.

Um dia, ele tomou coragem e assistiu um pedaço de um episódio desse anime, e, como era jovem e ingênuo, achou que ele era tremendamente fantástico e um dia quando ele fosse mais velho, iria assistir esse anime inteiro e se tornar um adulto.

Anos se passaram, e um novo canal surgiu: Animax (supostamente um canal de animação japonesa – faça-me rir).

Um outro belo dia, o nosso garoto, que agora já era um adolescente nerd com muito tempo livre, descobre que Neon Genesis Evangelion iria passar nesse canal, e que finalemnte ele poderia ter a oportunidade de assistir todo esse incrível clássico aclamado pela critica e amado pelo público.


E ele assistiu...



Assistiu todos os looongos 26 episódios...


E essa “obra-prima” era realmente tudo que parecia na sua infância?

Para responder essa pergunta, comecemos a dissecá-la.


A história se passa em dois mil e alguma coisa, e o mundo foi quase totalmente devastado após algo que chamam de “Segundo impacto”.

A história gira em torno de Shinji, um mulequinho cha...(calma..calma...toma os remédios).... um garoto com sérios problema de auto-estima, que se muda para um novo colégio a pedido de seu pai, Ikari (que é fonte de suas crises). Ele então é chamado por seu pai a trabalhar na NERV, uma agência governamental que eu sei lá o que que faz... O seu trabalho seria pilotar um robozão enorme junto com outras duas lindas garotas e lutar contra os anjos, seres que tentam destruir a cidade e pensa-se foram a causa da catástrofe anos atrás.

Calma ai...

Pilotar um mecha e ser parceiro de duas beldades... Tem remédio melhor para curar qualquer crise de aborresce...ahm... qualquer problema emocional?


Pelo o visto, não.. e é aí que a coisa começa a ficar feia...


Shinji fica de 15 em 15 minutos reclamando sobre sua falta de habilidade em conviver com os outros, sua inaptidão em executar suas tarefas, o fato de seu pai não lhe dar atenção, entre outras coisas que eu tava com muito sono pra prestar atenção.

POMBAS! Se eu pilotasse um robô gigante a última coisa que eu iria me preocupar era com crises existenciais... Eu iria sair por ai chutando a bunda de monstros gigantes e me tornar o herói que eu nasci pra ser...

Mas não o Shinji, né...
E, por falta de um, tem mais duas adolescentes na equipe com sérios problemas da cachola.


Tem a Rei, que é a primeira pilota dos EVAS. Ela povoa o sonho dos otakus a anos (não sei por que..eita menininha sem graça..).
Ela é uma menina quieta (muuuuuito quieta... pior até que eu no primário), apática, que venera o pai do Shinji, e acaba parecendo mais uma máquina do que qualquer outra coisa. E isso é tudo que se tem a dizer sobre ela..

Profunda né? (que nem uma poça de cuspe)

E ela ainda protagoniza com o Shinji o mais estranho caso de Complexo de Édipo que eu já vi. Até Freud iria baixar a cabeça esentir vergonha alheia...


E tem a Asuka... ai.. ai... ai... Essa sim eu não suporto!
Ela é uma menina egocêntrica, mimada, invejosa e não aceita estar errada e muito menos ser ajudada. Eu sei que tudo isso deve ter algo a ver com o modo que ela foi criada... mas... E DAÍ? Você defenderia o Charles Manson se ele tivesse apanhado dos pais? Não né? Então por que com ela seria diferente (ta bom que ela não é uma assassina..mas você entendeu.. eu adoro exagerar...he he)? Só por que ela é menina? Ou só por que ela não é real? O que me parece estranho, já que um dos pontos que os fãs dessa série mais defendem é o fato dos personagens terem atitudes bem realistas e seus conflitos serem comuns ao mundo real.

Claaaaro né... Sofrer um “mindrape” de um anjo e acabar ficando catatônico pro resto da temporada é algo tão comum que só eu já conheço umas 5 pessoas que passaram pelo mesmo...


E a coisa não melhora muito não para os personagens adultos. Alguns deles podem até ter personalidades interessantes, mas as crises do trio de pivetes acaba roubando a cena e o único personagem que parece ser legal é o Kaji, que morre cedo e não tem tempo de sofrer nenhuma crise.

Os personagens que todos defendem como sendo “fundos” e complexos, acabam se mostrando apenas complexos... e não no bom sentido! A não ser que a definição de “profundo” seja dar piti a cada cena e se jogar num canto chorando e culpando os pais...

Sei lá, né... Eu não sou psicólogo/psiquiatra... que que eu iria entender de personalidade complexa?

E o pior é que eles não amadurecem..


Mentira vai... amadurecem sim..


NO ÚLTIMO EPISÓDIO, NOS ÚLTIMOS MINUTOS!!!

E isso não importa NADA!! Por que, além de ser tarde demais, você acaba passando os últimos 4 episódios sem entender o que diabos está acontecendo e acaba não prestando atenção na “lição de vida” contida na história por que você tava muito ocupado tentando se manter acordado após 20 minutos de bla-bla-bla ininterrupto.


Agora vamos para a História.
Eu não sei o que acontece que tem gente que entende a história inteira, já que há pouca (quase nenhuma) explicação da mesma. Começam com um papo de Adão, instrumentalidade humana, Lilith, Anjos, Eva, Pergaminhos do Mar Morto, e, no fim, você acaba com uma lista enorme de elementos que explicariam a história mas sem saber como ligá-los.

Eu até hoje não entendi o que tchongas foi o Segundo Impacto, o que o causou, o que diabos é o Eva, de onde surgiu o Kaworu e O QUE DIABOS FOI AQUELE ÚLTIMO EPISÓDIO!!!! Me parece que os produtores acham que só gênios assistem isso, e jogam algumas explicações dispersas pela história e te fazem se virar pra ver se você consegue entender tudo.

Mas ai, você que já ta com um rage IMEEENSO de tanto me ouvir (*cof cof* ler *cof cof*) falar mal da história e diz:
“Tá claro por que você não gosta de EVA: Você é burro demais pra acompanhar a trama!”

De fato... Eu desgosto tanto de EVA SIM pelo fato de eu não entender a história... Mas isso não é por falta de inteligência não. Só me diz em qual capítulo da série original (nada de “Renewal” nem “End of”..nem nenhuma das 300 versões diferentes que fizeram pro final) que explicam sobre a Lilith, Adão, Os impactos, Evas e todas essas coisas que eu citei. Se mesmo assim eu não entender aí eu assumo que eu sou burro.

Veja se eu tenho razão: a série, além da original, possui uma versão “director’s cut” chamada Renewal, que muda algumas coisas no enredo e explica melhor alguns pontos. Além disso, há um filme chamado “The End of Evangelion” que deve (nunca assisti) contar a história meio resumida com um final diferente. Também há o mangá que ainda está em publicação, mas tenho medo de me informar mais por que acho que isso vai indicar mais um final diferente para o série... isso sem contar outros filmes que eu acabei de ver no Wikipédia e eu nem sabia que existiam....

Entende? Ao que tudo indica, há tantos finais, versões, recontagens que até parece que os produtores estão querendo consertar a história. Parece que eles vão continuar tentando até conseguirem achar o final “menos pior”.

Quando nem os produtores decidem qual é o final da série, como eles esperam que eu, mero mortal, entenda a história?

E nem vem me falar que, devido ao assombroso sucesso da série, os produtores refazem a história para agradar os fãs. Akira ta finalizado a décadas e nunca vi ninguém ir botar o dedinho no final.

Tudo bem que o diretor de Akira nunca foi ameaçado de morte... mas... vocês entenderam...

E eu acho (alguém mais inteligente que eu por favor confirme se é verdade) que há alguma critica, ou ao menos uma menção a religiosidade na história. Com tantas ligações, como Evangelion, Anjos, Adão, Eva, Lilith, eu acho muito provável que isso seja verdade... Mas sei lá... já falei que sou burro e não entendi nada, então não saberia dizer ao certo se isso é verdade ou não.


E vamos falar das cenas de ação...



...

Pronto...
Falei...
É... As cenas de ação são tão numerosas e memoráveis que achei melhor nem comentar.

De fato, as “lutas” se resumem a achar uma brecha na guarda do anjo e usar um super-mega-blaster-dispositivo que pulverizaria a vida na Terra em segundos. Tirando a cena do EVA em modo bersek (a mesma que me assom...ops...que assombrou o garotinho), eu PESSOALMENTE não achei nenhuma muito digna.

Mas, vou dar o braço a torcer: desconsiderando os últimos 3 espisódios, e agüentando os chiliques de Shinji e Cia., eu até acho que esse é um anime decente, até bom... Pena que não dá pra desconsiderar, né?

Eu posso estar falando um monte de baboseira, mas entendam uma coisa:
Eu até acharia o anime bom se eu não tivesse nunca ouvido falar dele. Acontece que há uma babação de ovo tão grande que você acaba indo assisti-lo esperando um marco da civilização...

E que dó eu tenho de você se as suas expectativas não forem atingidas....


Avaliação: se você achar que tudo que eu falei hoje foi blá blá blá de hater, vá em frente e assista...

Só aproveite também e assista todas as quatromiliquinhentas versões que saem dessa bagaça... por que você vai precisar assistir a todos os episódios de todas as versões no mínimo duas vezes cada, ler o mangá, procurar no Wikipédia, perguntar em fóruns, e deduzir uma ou outra coisa pra poder começar a entender a história...

Pra comprovar, já viu a propaganda do Animax?
“Já que provavelemente você não entendeu nada, está de volta Evangelion”.

É....

Sério..a história de EVA me dá dor de cabeça....

...
E não só ela...

Tenham um..AAAAAAAARGH...bom dia!

15 comentários:

  1. heaheaheaheah

    muito bom a matéria Kaum(bom pra nois meros mortais que naum gostamos de EVA)

    quebrando a corrente do AmenDoin de ser o primeiro a comentar >:]

    ResponderExcluir
  2. POW

    EU CABEI DE LER E IA SER FIRST POST

    FUUUUUUUUUU

    ResponderExcluir
  3. "Só me diz em qual capítulo da série original (nada de “Renewal” nem “End of”..nem nenhuma das 300 versões diferentes que fizeram pro final) que explicam sobre a Lilith, Adão, Os impactos, Evas e todas essas coisas que eu citei."

    eu até poderia mas é uma coisa incrivelmente fácil que eu não vou me dar nem ao trabalho de explicar.

    ResponderExcluir
  4. A cenas de ação do mangá são bem feitinhas, mas o anime tem aqueles dois últimos episódios pertubadores que me fizeram tacar uma cadeira no meu monitor antigo! QUE DIABOS FOI AQUILO! AAAAH!

    ResponderExcluir
  5. mais alguem que tentou quebrar a tv depois do ultimo epi

    yeaaah!!
    o/

    ResponderExcluir
  6. Cara....arruma oq faze vai!

    VADIAAAAA!!!

    ResponderExcluir
  7. Final de Evangelion FEDE véio!! ¬¬

    Móh porcaria WTF?? do caralho..


    E o Shinji éh gay.. acho q o pai dele meteu muito fundo na mãe dele quando ela tava grávida ainda e acabou acertando ow o cérebro ow o Ânus do Shinji...

    Vai ver foi isso.. =S

    ResponderExcluir
  8. faz sentido essa teoria...

    e o shinji deu pro kaworu

    pronto..falei

    ResponderExcluir
  9. Puta que pariu, a historia em si já é muito confusa e, pelo site que eu estou baixando tá pior ainda pq os ep's estão fora de ordem


    Mind Fuck do Milenio

    ResponderExcluir
  10. concordo com vc odeio evangelion anime p maconheiro

    ResponderExcluir
  11. minha cabeça ainda doe por causa desse anime

    ResponderExcluir
  12. Assistir esperando ver muita briga de robô não para ver crise existencial decepção never ends.

    ResponderExcluir
  13. Super concordooo cm o autor desse texto, nn sou o qe pode ser considerada como nerd, mas qd tinha uns 15 anos eu comecei a ler os animes e nn entendi uma bosta, dai agr cm 18 fui assistir os filmes e.... tbm nn entendi uma bosta,
    Dai pensei qe o problema fosse eu pq, sério, da onde qe saiu tanta gente pra babar ovo nesse mangá, por favor????!!!!
    Pra me sentir menos burra, eu fui dar uma super procurada, m profunda, digitando, "alguem entendeu alguma merda qe acontece nessa porcaria desse evangelion?"
    e olha, teve gente qe mais ou menos entendeu
    http://www.genkidama.com.br/trocaequivalente/2011/11/22/analise-parte-1-evangelion-e-a-instrumentalizacao-humana/
    esse artigo ai foi bem esclarecedor,tipo, ao inves de ter perdido meu tempo assistindo tres filmes podia só ter lido isso entao eu recomendo.
    P.S O shinji é uma bosta, e tbm acho qe ele é gay
    Ivanka Cerqueira

    ResponderExcluir